domingo, 31 de maio de 2015

Desafio: O vestido de Joana e Maria - Conta lá tu o Fim!

A blogger de A Limonada da Vida participou num curso de escrita criativa com o formador Pedro Sena Lino. Agora, desafiou-me a escrever o final de uma história e a fazer disto uma escrita a três, quatro, os que quiserem participar. Esperemos que, no mínimo, a dois.


Ora então, imaginemos que alguém (neste caso a "Limonada") começa com um tema que serve de base a uma história. O final fica por conta da infindável imaginação e abundante criatividade do desafiado (eu). Vamos lá começar este quebra-cabeças da imaginação.

Nas Gavetas Escondidos #23

Artista Pepe Nuñez

‘Palhaço não é para animar festa infantil’

sábado, 30 de maio de 2015

Notícias Wtf #25

Ativistas homossexuais detidos pela polícia em Moscovo


   Ativista Nikolai Alexeyev a ser detido.    DR

"Estamos a ser presos e espancados. A mim partiram-me um dedo da mão esquerda" difundiu através da rede social Twitter, o ativista homossexual Nikolai Alexeyev logo após ter sido detido, partilhando igualmente uma fotografia da detenção.
[twitter.604598397924974592]

"Os averbamentos nunca são demais"


A doutora Clara Almeida Santos é alguém que, para mim, lhe acentua mesmo bem o doutora. O seu percurso de vida revela muito de si e, apesar de não contactar (pessoalmente) com ela (embora seja a vice-reitora da Universidade de Coimbra), é como se já a conhecesse há muito. A simpatia alegre que transmite é extraordinária e, é claro, não podiam ficar sem a conhecer. 
O vídeo que se segue data de 2012. Se o quiserem ver todo, ótimo. Caso contrário, vejam a partir precisamente do minuto 7:47. 




terça-feira, 26 de maio de 2015

Nas Gavetas Escondidos #22

Quem é João Santos? Pois é, não sabem. (E não sabem o que perdem.) Digo-vos, então, que deu um concerto no grande órgão da catedral de Notre Dame, em Paris. É organista em Leiria bem como no Santuário de Fátima. E, apesar desse acontecimento maravilhoso de um português em França, poucos são os que o conhecem.

João Santos

É natural de Colmeias, Leiria. Licenciado em Música Sacra pela Universidade Católica, João obteve a classificação máxima em órgão. 
Foi distinguido com vários galardões nacionais e internacionais. A sua obra Tryptich para coro misto accappela foi finalista no Simon Carrington Chamber Singers Choral Composition Competition (Estados Unidos). 
Para ele, o ponto alto da sua carreira foi tocar o órgão de tubos na igreja católica de Westminster, em Inglaterra, num concerto de meia hora. 
É organista titular da Sé de Leiria e do Santuário de Fátima.


Este post vem a propósito do artigo do professor Carlos Ferreira no jornal local Ramo d'Além, edição de 9 de maio de 2015.


Fontes de Informação


Notícias ao Minuto | Região de Leiria | Facebook

Aquelas perguntas pouco jornalísticas

...que merecem respostas como a de um banhista como o do vídeo.



sábado, 23 de maio de 2015

Opinião: Mudança de Opinião Pública

Na minha visão, os meios de comunicação não têm todo o poder para mudar opiniões, mas influenciam e muito. Hoje, a realidade é diferente com a Internet e sobretudo com os blogues. Espaços de opinião privilegiados, os blogues são, afinal, cada vez mais lidos e apreciados.
Os blogues de figuras públicas têm um peso acrescido na opinião pública. Veja-se o caso do "Cabaré do Goucha" que ao publicar uma opinião sobre Sampaio da Nóvoa aqui, imediatamente mudou a decisão de sufrágio de alguns eleitores, como podem ler nos comentários. 
As pessoas têm de se informar bem antes de votar. Eu estou ansiosa por votar primeira vez e o meu trabalho de investigação sobre os candidatos começa assim que as possíveis candidaturas surgem. Portanto, não se deixem influenciar pela opinião de um famoso. Investiguem. 
Aconselho a leitura do que a jornalista freelance Anabela Mota Ribeiro publicou AQUI.

António Sampaio da Nóvoa

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Questões a Fátima Silva


"Eu vou fazer 60 anos mas, na minha cabeça, eu não tenho essa idade e não penso sequer em reformar-me."

Perdeu a mãe aos quatro anos, o que foi um trauma. Quis ter filhos. Esperou doze anos por um. Ficou com uma depressão e adotou a Patrícia. Agora procura trabalhar até durante a reforma.
Maria Fátima Silva é assistente na Residência Universitária Combatentes, Coimbra.


Trabalhou na costura, em cantinas e foi doméstica. Gostava de experimentar outras áreas para além da vida ligada ao lar?

Estudei para aprender muito mais. Gosto de fazer trabalhos manuais, não só a costura mas também o ponto cruz.

De todos os trabalhos qual é aquele que a preenche mais?

Gosto muito de trabalhos manuais, coisinhas em tecido. Gosto muito de renda e de ponto cruz.

Foi fácil conciliar a vida doméstica com a vida profissional?

No início, quando era pequenina, não era muito fácil mas mais tarde foi-se equilibrando. Não era muito fácil porque quando nasceu a Patrícia (filha adotada) e eu trabalhava muito. Tinha de fazer as duas refeições principais nas cantinas.

Então gostava de passar mais tempo com a sua filha?

Sim, nessa altura sim. Mas depois vim viver para a minha atual casa, aqui em Coimbra, e pedi para mudar de horário para a poder ir buscar ao colégio e a partir daí tornou-se mais fácil porque já dava para a acompanhar.

Alguma vez pensou em desistir do seu trabalho? Mesmo com as hérnias discais?

Não. Eu não posso estar parada, é muito complicado para mim. Por estar fechada entre quatro paredes é que gosto de fazer esses trabalhos manuais para me distrair. Eu vou fazer 60 anos mas, na minha cabeça, eu não tenho essa idade e não penso sequer em reformar-me.

Maria Fátima Silva no seu escritório da Residência Universitária onde trabalha. DR


Mantém contacto com as suas amigas da escola?

Sim, com muitas. Ainda hoje mantenho contactos com os meus amigos da escola João Jacinto, era um grupinho espetacular.

Já a levaram ao Convento de Mafra?

Não, por acaso ainda não.

De onde veio esse sonho?

O meu marido sempre disse que era bonito e que me ia levar mas ainda não tive a oportunidade de ir. É mais uma brincadeira porque ele sempre me disse que me ia lá levar mas nunca me levou.

E gostava de visitar outros países? Quais?

Sim, adorava. Gostava de ir a países assim quentinhos, com praia. Mas também gosto de Portugal e adorava muito ir à Madeira. Já conheço bem Portugal, não por inteiro, mas algumas regiões conheço bem, como o Gerês, Lisboa e o Algarve.

Tem receio do que a reforma lhe possa trazer?

Sim, tenho. Não quero pensar muito nisso mas, se eu estiver autónoma, eu posso ficar em casa. Mas se eu não estiver capacitada para tratar de mim sozinha, eu prefiro ir para um lar porque eu não deixei o trabalho para cuidar da minha filha e também não quero que ela deixe o dela por causa de mim. Não quero que ela prejudique a sua vida por minha causa.



Cátia Barbosa
Cláudia Pereira

Opiniâo: Esta Televisão É Sua


Os documentários são tidos como aborrecidos, mas esquecem-se do poder informativo que podem ter. Eu, por outro lado, não os vejo como entediantes, pois um bom documentário envolve o espetador e permite que o mesmo viaja pelos temas abordados sem se dar conta do passar do tempo.
Foi essa sensação de enriquecimento intelectual que me trouxe o "Esta Televisão É Sua", realizado pela cineasta Mariana Otero em 1997. Mostra o funcionamento da primeira televisão privada portuguesa, SIC (Sociedade Independente de Televisão). Mariana acompanha o "fabrico" de alguns programas, a venda dos espaços publicitários e ainda a programação. 
Documentário polémico, desnuda as estratégias que as televisões privadas elaboram para “conquistar” audiências, numa lógica (claramente) capitalista." Já Emídio Rangel, na altura diretor de informação e programação, declara que "o documentário apresenta uma parte da realidade daquilo que é a SIC e, mesmo assim, distorcida". 
Na verdade, no documentário Emídio diz: "Eu estou convencido que, por exemplo, nós marcávamos muitos pontos se [fizéssemos durante] um mês, todos o dias, um direto da cidade do Porto". Se isto não é pensar em audiências então o que é?

"A SIC conseguiu ultrapassar em Maio de 1995 a RTP em audiências. A estação chegou a ter audiências superiores a 40 por cento, uma liderança inédita para uma jovem estação. Era a fase em que a SIC podia vender políticos como quem vende sabonetes." (link)



A SIC iniciou as suas transmissões a 6 de outubro de 1992, como o único canal de comunicação privado, independente e comercial a operar em Portugal, pondo fim a 35 anos de monopólio da televisão pública RTP no mercado televisivo português.

Documentário "Esta Televisão É Sua" completo AQUI.

Fontes de Informação

terça-feira, 19 de maio de 2015

Aviso aos Internautas

Brevemente vai ser publicada nova entrevista. Desta vez de uma Mãe dedicada que adotou uma menina e que agora se confronta com a reforma a bater-lhe à porta. Ela fecha-a. Recusa-a.
Para além desse novo post, tenho a dizer que o blogue vai ter uma interrupção de publicações. Terei de me ausentar por motivos profissionais, isto é, não vou publicar diariamente. Não vou, no entanto, deixar de escrever para aqui até porque adoro este cantinho na Internet onde posso exprimir os meus pensamentos e ter o retorno dos leitores através dos comentários.
Não obstante, aconselho que me sigam nas diversas redes sociais. Quando publicar algo vão ser esses os meus meios de divulgação. Concluindo, podem-me então seguir no:

domingo, 17 de maio de 2015

"Todos os jornalistas são historiadores"

Jornalismo é um contar histórias sim fim. Narrativas que pretendem informar e envolver o leitor em viagens sentado. Perguntam-me, por vezes, o porquê não do facto de gostar de contar histórias, mas sim da razão pela qual gosto (tanto) de História.
Aliás, perguntam-me mais do que isso: o porquê de Jornalismo e não História. Pois bem, vou esclarecer a relação entre as duas áreas através de um excerto do livro de Ryszard Kapuscinski, Os Cínicos Não Servem Para Este Ofício, que diz:  

sábado, 16 de maio de 2015

Nos "Media": Entrevista ao "Finger" João Torres

“A repetição é a mãe da retenção”


Tenta ativar o gosto dos jovens, fala com as pessoas e mostra-lhes Zeca Afonso. São músicas adaptadas e, portanto, não tal e qual as do Zeca. Os vinis foram o empurrão e agora não para até porque “o nosso êxito é a habilidade de irmos de um fracasso ao outro sem perdermos o entusiasmo”.

Cantor de rua João Torres, conhecido por "Finger" a tocar no Quebra-Costas, Coimbra. Foto: Cláudia Pereira

Nos Media: Teatro "O Amor Perfieto"


Os Pépétos apresentam comédia “em que ninguém dá um tiro com jeito” no CDSCCVN
Texto de Cláudia Pereira

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Nos Media: Caminhada noturna reúne cerca de 85 participantes no Cercal


Texto de Cláudia Pereira

O Centro Desportivo Social e Cultural Cercal, Vales e Ninho (CDSCCVN) organizou a primeira caminhada noturna, no passado dia 11 de abril. O evento contou com cerca de 85 participantes.
A caminhada, de dificuldade média, começou com a concentração no Clube do Cercal. Divididos em dois grupos por intensidade de caminhada, seguiu-se um percurso por estradas e pinhais. No final do passeio houve caldo verde.
Os caminhadores mostraram-se satisfeitos no final do evento. “É uma boa iniciativa, pois para além de fazer desporto, temos convívio e brincadeira” e, portanto, “quantas mais [iniciativas] melhor”, salienta Isabel Baptista. A participante Filipa Constantino acrescenta ser “uma ideia interessante que permite pôr a conversa em dia com os amigos e aliviar o stress”, conclui.
A segunda caminhada decorreu ontem, 9 de maio. O CDSCCVN tem como objetivo “fazer uma caminhada noturna por mês até setembro”, porque “todas as pequenas ajudas são sempre bem-vindas”, esclarece a presidente Madalena Costa.

Artigo publicado no jornal regional impresso Ramo d'Além Nº132, maio de 2015, página 06.



quarta-feira, 13 de maio de 2015

Petição: Passeios precisam-se

Está a circular uma petição. É para os peregrinos de Fátima. Eles, que andam na estrada por não haver um sítio melhor. Já o tinha dito AQUI. E agora podemos melhorar tudo isto. Para tal, basta que assinem a petição que se encontra AQUI. É só inserir nome e endereço eletrónico.


terça-feira, 12 de maio de 2015

A PRIMEIRA

Está quase. É a primeira. E eu estou muito ansiosa para a partilhar convosco.  Vou ficar caladinha. Agora não vos posso contar o que aí vem. Let's keep this secret!

Opinião: Revista, Entrevistas e crítica cibernauta



É dramático quando não há liberdade

Mais um blogger morto no Bangladesh por criticar o Islão

É já o terceiro caso desde o início do ano em que homens encapuzados e munidos de facas, cutelos e machetes atacam pessoas na rua por escreverem críticas à religião na Internet


DR
Notícia completa aqui.

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Se está em França fuja enquanto vai a tempo


Uma empresa chinesa ofereceu a 6400 funcionários umas mini-férias de 4 dias em França. Para isso, reservou 140 hotéis em Paris e 4700 quartos na Cote d'Azur. Isto é, fuja enquanto vai a tempo. São metade dos funcionários do Tiens Group e durante quatro dias vão percorrer as terras francesas entre Paris e Nice.
No sábado, o grupo entrou para o Livro de Recordes dodo Guinness, ao formar com letras a "maior frase humana" - ("O sonho da Tiens é Nice"), vista do ar.


A ideia é assustadora à partida. Envolve muito dinheiro (cerca de 33 milhões de euros) e certamente muita diversão. Todos vestidos de azul, quem se encontrar com o grupo é capaz de estranhar.

Erros Re-dobrados


É lamentável quando estamos a fazer trabalhos e nem em sites de fundações podemos confiar. Os erros imperam. Afinal, onde consta a exatidão dos dados? Afinal, não são só os jornais que estão contaminados com a falta de rigor, exatidão, veracidade. 
O pior é que, se não se tiver cuidado, os erros que inicialmente só estavam num local, começam a aparecer em tantos outros. Por exemplo, as informações sobre a vida e a obra do grande poeta, cantor e compositor José Afonso são todas cópia da Associação José Afonso. Essas cópias encontram-se em tantos outros lugares na Internet. Por conseguinte, a atenção do leitor tem de ser redobrada.
Apelo à maior correção dos supostos factos.


domingo, 10 de maio de 2015

Nas Gavetas Escondidos #19


Contra o bullying. Contigo. Contra o que lhe fizeram no programa da SIC "Ídolos". Porque Alexandre Rebelo é como tantos outros que sofrem. Agora sem ser em silêncio.

sábado, 9 de maio de 2015

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Opinião: A Minha Mãe é a Melhor!

Se o cancro já é mau, explicá-lo a um infante é ainda pior. As palavras certas são difíceis de encontrar no momento da verdade. Já o livro A Minha Mãe é a Melhor! tem palavras que tocam, palavras que explicam como dizer, que explicam o processo da descoberta à cura... É um e-book com versão impressão.
A Associação Laço produziu a ideia que é, certamente, enriquecedor para crianças cujo pai/mãe tem cancro. Embora mais específico ao cancro da mama feminino, considero ser adequado ao cancro em geral.

"A doença que a mãe tem é invisível para nós, mas as máquinas especiais no hospital conseguem-na ver. Tem um nome. Chama-se cancro da mama." 




"Primeiro, a mãe vai ao hospital para ser operada. Vão-lhe tirar um nódulo parecido com uma uva pequena. A mãe vai dormir 2 ou 3 noites no hospital.”

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Opinião: Peregrinos, acautelem-se!

O título está mal dado. Mais do que uma opinião este discurso é um aviso: SAIAM DA ESTRADA! 


Vou começar por contar uma história:

Certa(s) manhã(s), estava eu a andar de bicicleta numa estrada de uma localidade, que estava deserta. Acontece que, de repente, aparece um grupo de pessoas sinalizadas com coletes refletores. A pé, agarrados a uma "bengala", procuravam alcançar o santuário de Fátima. De imediato, fiz uma promessa a mim mesma que foi: "Vais conseguir contornar este grupo de peregrinos sem bateres naquele carro". 

Aconteceu. Repetiu-se. E pode um dia correr mal. E pode ser para mim ou para eles, porque não respeitam. Passo as minhas voltas de bicicleta a pensar no perigo que esta gente me coloca e, talvez, em que eu coloco os outros.
Os peregrinos são a prova provada que não são só as mulheres um perigo na estrada. Porque a partir do momento em que não respeitam as regras...
Pois é, acontece que as (muitas) leis existem. Só não se cumprem. E não se cumprem porque NÃO HÁ condições para isso. Porque não há passeios nas pequenas localidades. Porque só pensam nas grandes metrópoles, nas cidades, no litoral. Porque não percebem que somos todos pessoas que até gostávamos de viver bem, mas que não podemos estar "descansadamente" a caminhar pois podemos ser atropelados, assaltados ou demais atrocidades.  

Este meu texto argumentativo, surge na sequência de uma notícia do Diário As Beiras (jornal de Coimbra), de dia 5 de maio, que informa que:

"O presidente da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) [Jorge Jacob] considerou ontem que deviam existir caminhos paralelos [ou não paralelos] dedicados aos peregrinos que vão a pé a Fátima, mas admitiu que é impossível construi-los em todo o país". 

Concluindo, deduzi desta notícia que a discriminação vai aumentar e, aliás, segundo o mesmo jornal "na região de Lisboa há vários caminhos para Fátima que são dedicados a". Refiro-me às "terrinhas" que, como a minha, não têm passeios para os peões, não têm ciclovias e muito menos caminhos paralelos ou não paralelos para os peregrinos. Refiro-me ao facto de que apesar da minha "terrinha" ser pequena em termos de população, não deixar de ter pessoas extraordinariamente espetaculares! Tão ou mais cultas que as das metrópoles...tão pessoas quanto os outros. Queremos viver!





  • Leve uma pilha;
  • Identifique com nome, morada e telefone os seus sacos e carteiras;
  • Não beba bebidas alcoólicas enquanto caminha;
  • Não caminhe nas horas de mais calor;
  • Ajude os mais cansados, não os deixando sozinhos;
  • Ande em fila indiana e não em grupo;
  • Não ande na estrada mas sim na berma;
  • Não ande nos IP nem nos IC;
  • Se caminhar de noite, use faixa reflectora;
  • Se for preciso reunir o grupo, faça-o sempre fora da estrada;
  • Não use nem permita auscultadores de rádio;
  • Não use o telemóvel enquanto caminha na estrada;
  • Não caminhe mais de 30 quilómetros por dia;
  • Tenha atenção aos carros mesmo quando reza ou canta; (acrescento também as bicicletas)
  • Não ande de noite, sozinho.

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Opinião: De certeza que querem estudar?



Persiste esta questão: Querem mesmo estudar? Ou querem fazer os testes/exames, passar de ano, obter um diploma e ir trabalhar? Talvez seja isso: passar de ano, sem aprender. Ou, pelo menos, sem aprender tanto quanto se se tivessem esforçado e não tivessem ansiado apenas, e tão somente, pelo canudo.

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Nas Gavetas Escondidos #18

A imaginação não escapa...até aos mais pequenos. Zen Hoover prova que é de pequenino que se torce o pepino, com as suas fotografias cujas personagens são miniaturas. 
Aos 15 anos, o jovem americano mostra um mundo criado por si, com um cenário de tamanho real, onde habitam personagens em miniatura, com uma montagem e edição quase perfeitas. 
Tenta fotografar tudo no mesmo sítio mas,  quando não é possível, combina a iluminação e os vários elementos das fotografias, digitalmente.




Começou a fotografar aos oito anos com o telemóvel. Agora fotografa com uma d7000.
A ideia das miniaturas "surgiu na sequência de um passeio pela floresta com a [sua] irmã", conta.




FIND ME ON INSTAGRAM | FACEBOOK | TWITTER




domingo, 3 de maio de 2015

Porque é que a faculdade é TÃO complicada?


- IMENSAS coisas para estudar
- Ser trabalhador-estudante complica tudo
- Tarefas domésticas a concretizar
- Imensa variedade de eventos em que podes participar (conferências, workshops, peças de teatro, cinema, apresentações de livros, saídas à noite...)
- IMENSOS livros obrigatórios para ler.

Minha Mãe


Minha Mãe. Porque sem ti, quem seria eu? Quem seriamos nós? Quem seriam os teus três filhos?
Ui! E que significado tem este dia... tão especial. Embora "o Dia da Mãe [seja] todos os dias" como gostas de dizer, eu tenho sempre de comemorar o dobro neste dia. Porque não, não quero outra Mãe. Porque tu és a Melhor do Mundo! E ai de quem se atreva a contrariar-me! Porque se o fizer não sabe quem és: a lutadora, a trabalhadora, a preocupada, a teimosa, a a a... a tudo.




Especial dia 3 - Top 5

                                           Posts - Top 5






194 posts, quase + de 13000 visualizações

comentários e apreciações maravilhosas!


Confesso que um dos posts que mais gozo que me deu escrever foi o "Há Coisas do Caraças".
Obrigada a vocês sem os quais nadinha disto podia ser realidade. Vocês sim, são TOP!



FIND ME ON INSTAGRAM | FACEBOOK | TWITTER


sábado, 2 de maio de 2015

Nos Media: Caligrafia Japonesa

No canto superior esquerdo tentei escrever o carácter "água". Tem um erro. Já no canto superior direito consta o meu nome "Cláudia". Foto: Cláudia Pereira

Notícias Wtf #21

Adepto do Newcastle morto por uma zebra enquanto realizava um safari em África com a família. John Kearsley, 38 anos, estava vestido com as cores do seu clube e acabou por ser confundido pelo animal, que o atacou sexualmente. Kearsley não resistiu ao 'ataque' do animal.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover