terça-feira, 14 de julho de 2015

Hitler - Uma Biografia

O Instagram e o Facebook do blogue estão com sérios problemas em funcionar corretamente. Apesar disso, estou mesmo contente com o entusiasmo que demonstraram nos textos sobre o livro e filme Os Filhos da Droga (podem ler AQUI e AQUI).

Aquilo que mais gosto do blogue é poder ler as vossas opiniões/comentários e a partir do momento em que o consigo fico mesmo feliz. Tudo isto sem vocês não fazia mesmo sentido, portanto não me canso de vos agradecer. Bem, passando ao tema de hoje: Hitler. Quem é que gosta dele? (É uma boa pergunta, confessem).

Fotos: Cláudia Pereira
Hitler é o famoso governante da Alemanha (de 1933 a 1945) de que Ian Kershaw fala neste primeiro volume, Hitler - Uma Biografia. O desprezo do autor por esta figura vai deste mundo ao outro. O livro parece uma tese (bem escrita) sobre Hitler antes mesmo do seu nascimento. Ian vai ao fundo da sua vida para procurar perceber por que razão Hitler fez o que fez, de onde vem o ódio pelos judeus...porquê.

Pelo meio o leitor é confrontado com ideias sobre Hitler que já foram bastante difundidas e cuja irrealidade Ian desconstrói. Além de afirmações falsas que Hitler divulgou no seu livro Mein Kampf (A Minha Luta), a "bíblia" das suas estratégias políticas, publicado oito anos antes de o mesmo ser chanceler do Terceiro Reich.

Ao longo do livro, irritei-me com a ociosidade de Hitler, com o facto de não se encontrarem de imediato explicações para o seu ódio antissemita, indispus-me também porque ele mentia aos seus mais próximos por simples orgulho. É alguém de quem não estava à espera ler o que li, pois sempre tive a ideia de que quem ascende socialmente é quem batalhou toda a vida por um futuro melhor. Já Hitler procurou desenhar, desenhar e... passarinhar. Claro que também lia livros, jornais e ia a inúmeros espetáculos de ópera mas de facto esteve muito tempo sem definir metas na sua vida.

Foi um "João sem rumo".

Vejo-lhe como atributo a sua capacidade retórica, mas facilmente consigo não gostar dele. A ociosidade, a teimosia, o orgulho, os falhanços, o comodismo e tantos outros defeitos que se leeem (nas entrelinhas ou não) deste primeiro volume.

O genocídio, as atrocidades e o ódio por um lado, e a inegável capacidade retórica, por outro. Como se costuma ouvir, ele foi uma «impessoa» e é a conhecer os seus defeitos que podemos mudar a nossa forma de pensar. Vale a pena ler as linhas e as entrelinhas desta biografia.

Deixem nos comentários se querem que eu escreva um resumo da vida de Hitler. 


Esta série de volumes da autoria de Ian Kershaw pode ser adquirida juntamente com o Expresso.


Participem nos comentários deste post. Obrigada!!


2 comentários:

  1. Desconhecia :o

    R: Ela é mesmo excelente :o

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então ainda bem que te o dei a conhecer.
      Obrigada pelo comentário!
      Beijinhos,

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover