Mostrar mensagens com a etiqueta Fotojornalismo. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Fotojornalismo. Mostrar todas as mensagens

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Lisboa na Moda

“O encontro entre a atualidade e a fotografia”


Walter Benjamin


Baixa de Lisboa foi edificada por ordem do Marquês de Pombal, na sequência do terramoto de 1755, mas desde esse ano que tem sofrido inúmeras transformações. 
Houve uma descaracterização do coração da cidade aos níveis demográfico, arquitetónico, económico e, sobretudo, comercial? 

Este é o meu portfólio final de Fotojornalismo sobre o impacto do turismo nas lojas tradicionais e históricas portuguesas da Baixa de Lisboa – a “descaracterização da Baixa” como consequência do boom do turismo.

domingo, 4 de dezembro de 2016

Ciclismo


 

Ignorado é a palavra que melhor descreve, para mim, o desporto em Portugal e, neste caso, o ciclismo. Nas cidades, podem ver pelas fotografias, há uma tentativa de valorização do ciclismo por haver cafés vocacionados a ciclistas ou pela existência (escassa) de ciclovias, embora estas estradas não existam em todos os lugares e muitas vezes sejam usadas pelos peões. Em Lisboa há até uma plataforma própria, no canto da maioria das escadas (do metro ou não) que permite transportar a bicicleta facilmente.

Andar de bicicleta não são só vantagens, eu que o diga. Há a possibilidade de mau tempo, o cansaço, as subidas infinitas, a estrada sem fim, mas há também o desfrutar da paisagem e não só. Na aldeia, andar de bicicleta não é assim tão simples, até porque não há passeios ou ciclovias, andamos lado a lado com os carros que por vezes parecem passar de raspão na bicicleta. Já apanhei muitos sustos e já conheci ciclistas que foram parar ao hospital pela irresponsabilidade dos condutores mas também pela desvalorização da bicicleta enquanto meio de transporte ou simplesmente de diversão.

Este foi o tema que mais gozo me deu fazer, de toda a série de trabalhos semanais para Fotojornalismo. É o documentar o ciclismo em Lisboa.





sábado, 3 de dezembro de 2016

Arquitetura e História


Imaginem-se num espaço todo espelhado. Como reagiriam? Talvez como o senhor da foto acima.

O edifício da EDP faz com que olhemos para nós e com que a posição do sol, ao mudar, mude a forma como vemos o edifício. À noite salta à vista o jogo de luz que o edifício cria, lembra-nos a importância da luz, ou não fosse este a sede da EDP.

O projeto do atelier Aires Mateus, na Avenida 24 de julho, gerou notícias pela grandeza e arquitetura do edifício de escritórios construído em tempos de crise. "A simplicidade formal da nova sede da EDP esconde o desafio titânico que foi superado: garantir que todas as peças do puzzle encaixassem de modo a parecer que é simples construir um edifício desta natureza" (Público). 

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Tópicos Especiais


José Saramago foi o mote para a conversa com António José Borges, autor do livro José Saramago - Da Cegueira à Lucidez. A livraria Tigre de Papel organizou o evento que integra as sessões "Autor do Mês" que me pareceram o tema ideal para a temática de Fotojornalismo "tópicos especiais, notícias e acontecimentos".

Foi depois de um dia a dar aulas que o professor falou para um público de apenas cinco pessoas. O também professor já conviveu com Pilar del Rio, à semelhança da senhora na plateia.  O debate estendeu-se porque o público estava ansioso para falar sobre Saramago e as suas obras.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Movimento

O tema de Fotojornalismo é movimento. Lembro-me de imediato de desporto, de esforço físico e da interação que a prática desportiva proporciona. 


O retrato de um treino individual de um atleta no parque Eduardo VI que, curiosamente, sempre que via a câmara acelerava a corrida. Assim obtive o arrastamento do corpo do atleta na imagem.

No Cais do Sodré houve uma corrida que decidi fotografar. Procurei ângulos pouco comuns, reforçando o movimento, os gestos.



O atleta que abre os braços quando passa pelo carro dos bombeiros que estava a deitar água para refrescar quem já tinha feito 30 quilómetros de corrida.

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Detalhes fotográficos


Locais específicos é o tema de hoje e o meu é o Panteão Nacional. Monumento que alberga os túmulos das mais importantes figuras nacionais, de Luís de Camões a Amália Rodrigues. Conta com muitos visitantes diários, mas acredito que há pormenores que só se conseguem obter pela fotografia. O ângulo e o contraste da luz e sombra dão às fotografias deste monumento algo que não vemos a olho nu, por um lado, mas também um novo olhar sobre o edifício histórico e sobre a História.




sábado, 29 de outubro de 2016

Ângulos Dramáticos

O primeiro exercício de Fotojornalismo é sobre ângulos dramáticos. O objetivo é tirar fotografias de pessoas ou cenas da comunidade a partir de ângulos específicos, de um ponto de vista pouco comum, ou tirar a alguém emoldurado por algo, ou muito perto. Foi usar a criatividade e fugir aos estereótipos.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Fotojornalismo

O ATUALIDADES vai ter um novo tema: Fotojornalismo. Como já disse AQUI, estou em Lisboa durante um semestre onde escolhi cadeiras bem diferentes das que tinha em Coimbra, como Economia ou Fotojornalismo porque são sempre muito úteis para alargar horizontes e não ficar a saber muito apenas de uma área, embora elas se complementem e sejam muito úteis no dia-a-dia.
O desafio da professora foi fazer trabalhos práticos semanais que depois são apresentados em aula. Temos de ir para a rua ou ir aos nossos "arquivos" e captar fotografias que juntas contem histórias, tenham uma intencionalidade como sendo informar e não se vejam em postais. O objetivo é aprender a ver e a fotografar o mundo à nossa volta.
Brevemente vão ter o primeiro exercício aqui no blogue. Até lá, Internautas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover